Ceramika Cerâmica artística de alta temperatura

Bowls em cerâmica gres


www.ceramika.com.br
Peças modeladas em torno eletrico, queima em alta temperatura, 1280º ou cone 9, em forno à gás, atmosfera de redução. O gres tem uma composição similar à da pedra, tendo sido exposto ao mesmo tratamento termico. Ambos são densos, não porosos, e às vezes se parecem em cor e textura. A principal diferença é que as pedras se formaram de modo natural, ao contrario do gres, que se faz com minerais cerâmicos selecionados adicionados à uma quantidade de argila plastica. A temperatura de queima oscila entre 1200 e 1300ºC. O vidrado pode melhorar a superficie, principalmente quando confeccionamos utilitarios, mas o esmalte é opcional. As pastas para gres podem ser finas ou granulosas, e o resultado final depende da temperatura de queima. As peças em gres, podem resultar em objetos mais pesados que os feitos com porcelana, já que exigem paredes com espessura mais grossa. O gres pode ser queimado em oxidação ou redução. Na atmosfera oxidante, não se limita a entrada de ar na camara de combustão do forno. O combustivel se queima por completo e a temperatura sobe rapidamente. Na queima com redução a entrada de ar é controlada, a combustão não é completa, e ocasiona o monoxido de carbono ao invés de dióxido de carbono. O monóxido é um gás instável, que rapidamente se combina com atomos de oxigenio que estão na massa e nos esmaltes, mudando assim sua composição quimica e produzindo troca de cores. A redução exige mais tempo para a queima, a temperatura sobe devagar.

Postado em Sem categoria

Deixe uma resposta