Ceramika Cerâmica artística de alta temperatura

Vermelho em cerâmica de alta temperatura


www.ceramika.com.br

Um vermelho pode ser obtido, em alta temperatura, com o uso de oxidos como cobre ou ferro. Este foi em queima de redução, forno à gás, aos 1280º ( cone 9 ).
Há vermelhos disponiveis no mercado, para o uso em baixa temperatura, com os quais podemos trabalhar, sob condições cuidadosas, e conseguir dar às peças um bom vermelho. Alguns não têm brilho e se mostram opacos. Alguns contêm selenio e cadmio, que dão laranjas e vermelhos, mas o uso é questionado.
Para um vidrado, em alta temperatura, podemos aplicar camadas razoavelmente grossas de vidrado. As massas brancas trazem os resultados mais bonitos.
A atração estética de um vermelho brilhante na cerâmica, pode transformar essa busca em trabalho demorado, mas os resultados podem ser muito agradaveis, com efeitos compensadores no que diz respeito à tons e profundidade.
Vermelhos caqui, tomate, sangue de boi. À medida que variam a temperatura e a atmosfera da queima, o fogo atua de forma diferente e vai fazendo suas mudanças.

Postado em Sem categoria

Deixe uma resposta